postado por Fernando J. no dia 28.12 arquivado em #beyoncé

“Nenhum outro artista conseguiu capturar a experiência da muher negra como Beyoncé e Solange fizeram em 2016.”

Esse ano, Beyoncé e Solange lançaram suas obras musicais, Lemonade e A Seat The Table, ambas abordando temas como racismo e feminismo negro. Por isso, a Essence Magazine publicou um maravilhoso artigo no qual destaca a importância que as irmãs Knowles tiveram para as mulheres negras em 2016.

Nele, a revista fala sobre como B e Sol além das letras, usaram a moda para passar suas mensagens.

Confira um techo da publição:

Podemos dizer isto com total confiança e quem ouviu ou assistiu seus respectivos álbuns visuais, Lemonade e A Seat At The Table concordaria. Mostre-nos uma mulher negra que não foi tocada por uma ou ambas essas mulheres em 2016, e vamos mostrar alguém que pode precisar se sentar, reavaliar e honestamente, verdadeiramente entrar na formação.

Talvez as obras magistrais de Bey e Sol tenham sido provocadas por uma profunda conversa sobre a vida com sua mãe sempre perspicaz, a quem chamamos carinhosamente de “Mama Knowles”. Ou talvez, a comunidade negra tenha uma consciência astuta da posição que continuamos a ter neste país. Mas, muito provavelmente, foi uma mistura divina de tudo…

Enquanto 2016 foi algo como uma mina terrestre emocional, as irmãs Knowles conseguiram elevar, inspirar e contar uma história magnífica, dilacerante, esperançosa da feminilidade negra através da moda.

Leia o artigo completo no site clicando AQUI.


Deixe seu comentário
Beyoncé Brasil Todos os direitos reservados